Arquivo da categoria: Urbano

Urbanized (Gary Hustwit, 2011) – Aluguel de stream online

O documentário Urbanized (Gary Hustwit, 2011) já exibido nos EUA, Canadá e alguns países da Europa está disponível de forma online e paga desde início de dezembro.

Além ser oferecido na loja do iTunes (somente para América do Norte) agora também é possível alugar (!) o stream em HD do vídeo por 6,99 dólares.  No site explica como isto funciona e as formas de assitir. Inclusive como postar em um site ou blog e ganhar uma porcentagem das compras feitas através dele.

Como ainda não assisti ao documentário, este post é mais um aviso da possibilidade de fazer isso. É uma opção legal (nos dois sentidos!) para quem quer assistir e não tem muita esperança que chegue em alguma sala por perto. O espaço dos comentários esta aberto para as críticas e discussões.

Urbanized is a brave and timely movie that manages to strike almost exactly the right tone. The more people who see this movie the better. And the more politicians who see it – and are persuaded to look beyond the vested interests in front of them – the more powerful a tool Urbanized be.
– The Guardian

Assim o autor fecha a sua Design Triology, precedida pelos documentários Helvetica (2007) e Objectified (2009), que abordam temas como tipografia, design, arquitetura e urbanismo.

O modelo de cidade dos subúrbios norte-americanos que estamos copiando

Neste vídeo to TED, James Kunstler critica os subúrbios norte-americanos. Na opinião dele, os espaços públicos deveriam inspirar a vida cívica e manifestações do bem comum, mas, nos EUA, isso não ocorre!

Amigos sempre perguntam por que sou contra os condomínios fechados. Quem ver este vídeo vai entender um pouco: eles fazem mal às cidades e à cidadania!

Vale a pena conferir o vídeo e refletir sobre este modelo de cidade que estamos “copiando” através da explosão de condomínios fechados (para todas as classes), a massificação do automóvel, e o grande número de shopping centres espalhados em áreas densamente ocupadas das nossas cidades.

por geisabugs

Novos princípios do urbanismo – François Ascher

François AscherFrançois Ascher (1946-2009), urbanista e sociólogo ganhador do Grand Prix de l’urbanisme de 2009,  é autor do livro ‘Metápolis’ (1995) e a quem é atribuído a definição do termo.

Em seu livro de 2001 ‘Novos princípios do urbanismo’ trata dos desafios da sociedade onde as conexões vão além dos laços físicos e visíveis e como a maior presença das redes nos obriga a entender a dimensão das cidades de outra forma. É o que chama de neo-urbanismo.

Aqui cito apenas algumas passagens onde o autor refere a importância dos modelos e na qualidade dos dados e informações para melhorias na gestão pública.

“Os profissionais do urbanismo serão levados a introduzir nas suas práticas o uso destes novos modelos de desempenho e a utilizar as potencialidades das TIC (Tecnologias da Informação e Comunicação) nas suas próprias atividades. Os bancos de dados urbanos e os modelos de simulação e visualização a três dimensões abrem, com efeito, possibilidades consideráveis que ‘retroagem’ nos conteúdos dos próprios projetos.” [Da particularização espacial à cidade de todas as redes]

“Isso [impulsionar a gestão procedimental de interesse geral] necessita de competências técnicas, de sistemas de observação e de bases de dados bastante mais elaboradas do que aquelas de que as administrações, com uma atividade que era muito mais ‘normalizada’ e repetitiva, dispunham.” [Da administração à regulação]

A versão de 2010 da editora portuguesa ainda traz do mesmo autor o texto  ‘Novos compromissos urbanos – um léxico’ (2008). No Brasil encontrei somente esta versão para venda.

por fausto