Arquivo da tag: Copa do Mundo

Aeromovel Trensurb

O Aeromovel que ligará a Estação Salgado Filho ao Aeroporto Salgado Filho é uma aposta da Trensurb, com apoio do Ministério das Cidades, de melhoria da infraestrutura de Porto Alegre para a Copa de 2014.

No site do Aeromovel, é possível visualizar numa animação o futuro trajeto,  acompanhar o andamento das obras, além de saber mais sobre o projeto – notícias, parceiros, histórico, etc.

Segundo o site, o Aeromovel percorrerá aproximadamente 950 metros em 90 segundos, por via elevada. Terá capacidade para 150 ou 300 passageiros, dependendo da demanda do período. A tecnologia foi desenvolvida no Brasil – o “projeto piloto” é aquele ao lado gasômetro – e já foi aplicada pra valer em Jacarta na Indonésia.

por geisabugs

Copa do Mundo a qualquer custo?

A arquiteta e urbanista Raquel Rolnik, professora da USP e relatora da ONU para o direito à moradia adequada, esteve em Porto Alegre para conhecer os impactos das obras da Copa do Mundo de 2014 e conversar com as autoridades locais e a população de comunidades atingidas.

Ela esteve na Nova Vila Dique na Zona Norte, onde foram assentadas as famílias removidas para as obras de ampliação do aeroporto, e na Sede da Ocupação 20 de Novembro na Avenida Padre Cacique que também será removida para a construção do complexo do Beira-Rio. Constatou que em Porto Alegre, como em outras cidades, há uma inversão de prioridades: a moradia, um direito humano, fica em segundo plano em nome da execução do evento.

O blog do Comitê Popular da Copa tem uma matéria bem completa sobre as impressões da arquiteta.

Raquel, na qualidade de relatora da ONU, estudou os impactos de megaeventos como a Copa do Mundo em outros países, e afirma que é um mito que haja um legado socioambiental positivo para as cidades que realizam os eventos. Também para o professor Carlos Vainer da UFRJ, a euforia da Copa cria o que chama de cidades de exceção: qualquer ação passa a ser legitimada em nome da Copa do Mundo sem questionamento, ou conhecimento, por parte da população.

Entretanto, Porto Alegre ainda tem a chance de criar modelos que sirvam de exemplo no Morro Santa Tereza e na duplicação da Avenida Tronco. O primeiro poderá resultar num caso de regularização fundiária e o segundo no resssentamento das famílias nas imediações (em terrenos ociosos). Para Raquel, “Esses dois projetos jogam um paradigma para o Brasil e para o mundo de que as coisas não são excludentes. É possível fazer este evento de uma outra forma”.

por geisabugs